sexta-feira, 30 de novembro de 2012

O que é Apendicite?

A Apendicite é uma inflamação do apêndice, pequena bolsa localizada no início do intestino grosso.
O quadro inflamatório-infeccioso característico da apendicite é mais frequente entre 20 e 30 anos e pode ser extremamente grave e levar à morte se o paciente não for tratado a tempo.

A apendicite é uma inflamação do apêndice, pequena bolsa localizada no início do intestino grosso. A função dessa pequena parte do corpo, que pode ter de 3 a 20 cm de comprimento, foi um mistério durante muito tempo. Mas hoje sabe-se que ele é responsável pela produção dos linfócitos, glóbulos brancos de defesa presentes no sangue.


A inflamação acontece pela obstrução do apêndice por diversos motivos. A apendicite acomete normalmente pessoas jovens, começando na adolescência, a partir dos 10 anos, até os 25 anos de idade. Pode afetar tanto homens quanto mulheres.

É um órgão que obstrui com facilidade, e essa obstrução causa uma inflamação, gerando infecção no interior do organismo. Essa obstrução pode ter diversas causas. Pode ser por muco, sementes ingeridas, pedaços de fezes, qualquer coisa que obstrua a entrada do apêndice causa sua inflamação. Como não se tem apenas um motivo, a apendicite pode ser difícil de ser identificada prontamente. *Mas o seu tratamento rápido é decisivo para a saúde e evita outras complicações.  Isso porque, com a entrada do apêndice obstruído, a inflamação pode aumentar o tamanho do órgão, e caso ele se rompa, a infecção se espalha para outros órgãos do corpo.




Sintomas

* Falta de apetite é o principal sintoma. No entanto, como aparece em qualquer quadro infeccioso, torna-se um sinal inespecífico;
* Dor abdominal que se manifesta do lado direito e na parte baixa do abdômen (na altura do umbigo). É uma dor pontual, contínua e localizada, fraca no início, mas que vai aumentando de intensidade;
* Colapso do aparelho digestivo, porque o intestino pára de funcionar;
* Febre;
* Queda do estado geral;
* Náuseas, vômitos e certa apatia.





Diagnóstico

O diagnóstico é clínico, realizado com base na história do paciente e na palpação do abdômen. Como os sintomas das anexites (inflamação das trompas, útero e ovários) também provocam dor do lado direito do abdômen, é preciso estabelecer o diagnóstico diferencial. O ultrassom e a tomografia auxiliam bastante nessa distinção.
Estabelecer o diagnóstico de apendicite nem sempre é fácil. Por isso, havendo suspeita da infecção, o paciente deve ser encaminhado para cirurgia o mais depressa possível para evitar complicações graves, como a peritonite, por exemplo.

Tratamento

O tratamento da apendicite é cirúrgico. A incisão é pequena e as cicatrizes quase imperceptíveis. A intervenção pode ser feita também por via laparoscópica com os mesmos resultados da cirurgia com campo aberto. Se a cirurgia não for realizada em tempo hábil, a apendicite pode por em risco a vida do paciente.
Só excepcionalmente, o tratamento clínico é introduzido antes da cirurgia.

Recomendações
* Procure assistência médica imediatamente, se sentir dor na parte baixa e do lado direito do abdômen. Pode ser uma crise de apendicite aguda;
* Não se recuse a ficar internado no hospital, enquanto o diagnóstico não for esclarecido. Você pode precisar de cirurgia de emergência.


Nenhum comentário:

Postar um comentário