quarta-feira, 29 de junho de 2016

Como organizar uma geladeira de maneira correta

Primeira regra, tudo que entra na geladeira deve ser lavado: garrafas, embalagens em geral, etc..., não sabemos por onde aquela embalagem passou e na maioria das vezes nem queremos saber. Abaixo vamos ver como organizar uma geladeira corretamente.




As duas primeiras prateleiras são as partes mais geladas equipamento 


  Por isso, devem ser armazenados neste local os alimentos mais perecíveis: 
  • em primeiro lugar os lácteos como leite, iogurtes, queijos, manteiga. 
  • Em seguida, embalagens abertas de sucos, geleias, doces prontos como pudins, manjares, etc...
Nas prateleiras abaixo da primeira:

  • armazene alimentos prontos como: legumes cozidos e sobras devidamente guardadas em potes de vidro ou louça. 
  • Aposente os tão utilizados potes de plásticos, eles liberam toxinas altamente prejudiciais ao organismo. 
  • Essa também é o local dos ovos guardados em sua embalagem original higienizada e no fundo da prateleira.

Latas: Não se deve guardar de jeito nenhum latas abertas na geladeira. Ao abrir a lata o verniz interno se rompe e o alimento pode entrar em contato com a lata e se tornar tóxico. Por isso, retire sempre o produto da lata e coloque em um pote de vidro ou cerâmica.

Os gavetões são o local menos refrigerado 


 Por isso, é ideal para guardar legumes e verduras. Esses alimentos por serem muito sensíveis à temperatura muito baixas acabam “queimando” e estragando mais fácil. As folhas devem ser muito bem secas para que durem por mais tempo. Por isso, o ideal é “secá-las” em centrífugas para folhas e após isso enrole em papel toalha. (repare que o papel vai ficar sempre bem molhado e por isso deve ser trocado todos os dias).

 Acima dos gavetões é a área ideal para colocar garrafas pets, além de frutas diversas, pois tem uma tempera tura não muito baixa, o que é ideal para esse tipo de alimento.
Lembrando que nem toda fruta pode ser guardada na geladeira, um exemplo é o abacate, se esse for colocado sem estar maduro na geladeira, não vai amadurecer mais. Por isso, somente depois de aberto com o caroço deve ser armazenado dessa forma.


Porta da geladeira 

É a parte que perde refrigeração mais rapidamente. Devem ser armazenados: conservas, molhos como ketchup, mostarda, molho shoyo etc.

E os ovos, podemos armazenar na porta da geladeira?

De jeito nenhum! A porta da geladeira é o local mais “perecível” do equipamento, porque com a abertura constante, o local passa a ter uma variação de temperatura muito grande, o que é um perigo quando falamos em ovos. Essa mudança dá as condições perfeitas para bactérias como a salmonella se multiplicarem, o que pode causar graves casos de diarreia.

Os ovos devem ser guardados até a segunda prateleira e no fundo para que se garanta baixa temperatura e maior conservação do alimento. 

Felizmente alguns fabricantes de geladeira já trazem compartimentos internos para o armazenamento dos ovos. Mas como a maioria ainda não tem, o recomendado é que retire os ovos da embalagem e coloque-os em recipientes fechados no fundo da geladeira. A lavagem do mesmo deve ser feita somente quando for utilizar os ovos, sua casca é porosa e a umidade da geladeira pode proliferar bactérias.


E a limpeza, como fica?

A limpeza da geladeira teoricamente deveria ser feita todos os dias. Começando pela organização dos alimentos e produtos e remoção da sujeira das prateleiras. Em seguida, passe uma esponja com detergente neutro.

E uma limpeza mais pesada semanal também é recomendada. Use um pano umedecido em uma água morna e detergente neutro (cerca de 50mL por litro de água). Enxague e depois passe uma solução de bicarbonato de sódio (1 litro de água + 2 saquinhos do produto), não é necessário fazer um novo enxágue. Em seguida, use outro pano, dessa vez seco.

O bicarbonato é ótimo para tirar manchas e aquele “cheirinho” de geladeira. Por fora, use uma esponja macia + detergente neutro. Em seguida, enxague com um pano úmido e seque com papel toalha.

Com a execução de tais práticas podemos evitar o crescimento de microrganismo que degradam os alimentos, produzindo toxinas que podem trazer algum dano dos consumidores, diante disto se vê a importância de uma boa conservação dos alimentos.

Att, Nutricionista Giselle Barrinuevo

Um comentário:

  1. Seguindo no Twitter e no Blog! Um abraço!
    http://www.luceliamuniz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir