sexta-feira, 15 de junho de 2012

Saiba mais sobre os Probióticos

PROBIÓTICOS
Microorganismos vivos que ingeridos em quantidades suficientes promovem efeitos benéficos ao organismo.
Palavra de origem grega: que significa PRÓ-VIDA - "PARA VIDA"
“Há um século, Elie Metchnikoff (cientista russo, prêmio Nobel, e professor do Instituto Pasteur em Paris) disse que as bactérias intestinais ofereciam benefícios à saúde e que levavam à longevidade.”
OMGE, Organização Mundial de Gastroenterologia, 2008.

Trabalho de Metchnikoff do Instituto Pasteur diz:
Probióticos produziam efeitos benéficos no hospedeiro (homem), antagonizam bactérias perniciosas(maléficas) no intestino.

Existem mais bactérias no intestino que célula no corpo humano. É importante que as boas bactérias prevaleçam para que haja um adequado funcionamento intestinal e orgânico.
Funções Fisiológicas dos Probióticos


- Saúde do intestino, através do equilíbrio da flora intestinal (controle de diarréia ou obstipação);
- Inibição do crescimento de bactérias que causam doenças;
- Produção das vitaminas K, B5, B6, B12 e ácido fólico no intestino;
- Prevenção de câncer intestinal;
- Aumento da imunidade;
- Redução do colesterol e triglicérides
-Fermentação de carboidratos não digeríveis (fibras)
-Diminuem o tempo de exposição toxinas no organismo
-Aumenta o peristaltismo intestinal
-Diminue o pH (ácido lático)

A administração dos probióticos apresenta efeitos benéficos tanto na diarréia como na obstipação.


Fatores que alteram a flora intestinal


• Alimentação desequilibrada com baixo consumo frutas, verduras e legumes;
• Alimentos industrializados;
• Excesso de açúcar, gordura, carnes, e álcool;
• Antibióticos, anti-inflamatórios, antiácidos,corticóides e laxantes;
   Quimioterapia;
   Disbiose (alteração da flora intestinal)
• Má digestão;
• Jejum prolongado, ficar mais de 3h sem se alimentar;
• Estresse físico e emocional;
• Parasitas, bactérias patogênicas, fungos e vírus

Sempre após fazer uso de antibióticos tomar probióticos, para recuperação da flora intestinal.

Indicações dos probióticos

• Diarréia e intestino preso (obstipação);
• Doenças inflamatórias intestinais  (Doença de Crohn, Retocolite Ulcerativa, SII);
• Infecções urogenitais (homens e mulheres);
• Infecções por H. Pylori  (gastrite por bactéria)
• Quimioterapia;
   Sintomas de má digestão;
• Prevenção de câncer intestinal;
• Imunomodulação (câncer, queimados, alergias, idosos, pré e pós cirúrgicos, infecções de repetição);
• Melhora da absorção de nutrientes (recupera a flora intestinal),
  • Intolerância a lactose;

Veja alguns tipos de cepas que habitam nossa microbiota intestinal

Lactobacillus acidophillus
Lactobacillus rhamnosus
Lactobacillus casei
Lactobacillus bulgaricus
Streptococcus faecium
Bifidobacterium

Para que ocorra os efeitos terapêuticos dos probióticos é necessário que haja uma perfeita simbiose entre várias espécies de cepas. As bebidas fermentadas e  iogurtes que vendem em supermercados geralmente possuem 1 tipo de cepa, e os microorganismo são sensíveis a alterações de temperaturas. O ideal é consumí-lo em sachês.

Veja o modelo abaixo


Recomendo que procure um Nutricionista para educar sua alimentação através da Reeducação Alimentar e incluir probióticos em sua rotina e assim possibilitar prevenção de doenças e uma vida mais saudável.

A vantagem dos probióticos é que eles usam organismos geneticamente selecionados, que comprovadamente chegam vivos ao intestino em quase 100%, enquanto os lactobacilos do iogurte sobrevivem em escala bem menor, diz a farmacêutica e bioquímica Yasumi Kimura, da Yakult.

Nenhum comentário:

Postar um comentário